Live Support

Disfunção erétil: 20% dos homens sofrem desse mal em alguma fase da vida

Problemas de disfunção erétil intermitentes podem se tornar impotência manifesta. Um problema de auto-estima que também afeta as mulheres

Uma ereção é o complemento mais sincero que um homem pode fazer, mas às vezes acontece que há episódios de disfunção eréctil, mais ou menos intermitentes, que podem se tornar impotência aberta e contínua.

Um estudo de senxual Disfunction Associação apresentado a oficina Doxapharma em 29 de Novembro de 2016, 62% dos participantes da pesquisa acredita que a disfunção erétil reduziu sua auto-estima, 29% acreditam que o seu relacionamento como um casal que foi atingido e 21% relatam que a disfunção erétil levou ao fechamento do relacionamento.

A disfunção erétil

A disfunção erétil, se não tratada da maneira correta, corre o risco de se tornar ansiedade, falta de confiança e, a longo prazo, pode levar à depressão. Os homens se sentem incapazes de encarar um novo relacionamento e viver com extremo medo a possibilidade de não conseguirem realizar o que você espera.

A impotência não é necessariamente um fato absoluto: você pode começar com a falta de ereção, talvez devido ao estresse, maus hábitos, estilo de vida errado. Fazer uma falha de segurança uma vez não é um problema preocupante. Torna-se assim se o número de episódios em que você não pode manter um aumento de ereção e começar a dar ansiedade de desempenho.

Normalmente aqueles que têm dificuldade em ter uma erecção procurando notícias especialmente on-line, nós informá-lo sobre os fóruns também vestindo sapatos das mulheres e pedindo a comunidade de-rosa o que eles pensam sobre o assunto, a fim de ter uma comparação, mesmo com o mundo feminino.

Se você quer a sincera e desinteressada opinião de uma mulher que se viu diante da vela, posso dizer que o desconforto não é apenas seu.

A pergunta é feita, como e onde estava errado. Começamos a pensar sobre o conhecimento humano do que há de errado comigo. Por favor, se acontecer com você, jogue fora. Vamos rir disso. Mas nunca se deixe abater pela angústia e, mais do que qualquer outra coisa, não pense apenas em você: pense também na mulher à sua frente. Nada pior do que não ser tocado porque você não trabalha. Pode ser uma coincidência, um momento, também pode ser o começo de algo mais inconveniente. Ou pode ser um dia não. Ruim para você, pelo amor de Deus, mas é tão bom para nós. Ops não funciona é justificável. Acontece. Mas, vendo que se levanta a bandeira branca Vai nessa matéria, não tocá-lo novamente e até mesmo faz a cortesia para você terminar a reunião, assim, cria-se um vácuo. Confie em mim.

Eu sei que pode parecer difícil, mas fale sobre isso. Não fique envergonhado. Discuti-lo com sinceridade: há muitas mulheres que enfrentam o problema, trazendo sua mão parceiro na mão na frente do médico direito de deixá-lo recuperar a confiança em primeiro lugar e, em seguida, a capacidade de fazer até mesmo o sexo feliz.

Em geral, é difícil para uma mulher decidir romper um relacionamento, mesmo que seja pela raiz, apenas por um problema momentâneo. E a ansiedade de desempenho para a eventual próxima reunião se torna dupla. Você vai se perguntar o tempo todo se funciona. E se não tem que ser assim você não pode fingir nada. Não uma segunda vez. O que eu faço? Como eu te digo? Como faço para resolver o problema? E a ideia de não ver mais um homem só por causa de uma ereção fracassada é uma verdadeira pena.

A solução?

Olhe on-line, informe-se, seja encorajado por estranhos como eu, se desejar, o importante é que você vá a um médico que possa ouvir suas necessidades e responder às suas ansiedades prescrevendo os cuidados mais apropriados.

Na verdade, o médico é a pessoa indicada para aconselhar o melhor e sobretudo para prescrever aqueles que, no jargão, são chamados de “ajudantes”.

Pode ser que, testando uma vez que não será imediatamente satisfeito e queremos tentar outro é normal, olhar para a droga mais adequada para “vestir-se” a nossa sensibilidade é fundamental.

Eu lhe digo imediatamente que os 4 grandes protagonistas são:

A pílula azul – a “mais antiga” e consolidada na memória de todos.

A pílula de fim de semana – não porque dura dias, mas porque tem uma liberação controlada e reage mais “naturalmente” a estímulos.

O amor mentin-mistura as vantagens dos outros, mesmo aqui vale a pena ver o que agrada e o que não. Custos médios menores que outros.

A pílula impensada – nascida por último, tem por si só o fato de ter sido a última a chegar e valorizou os aspectos positivos dos outros, minimizando todos os efeitos colaterais, o que a torna segura.

Resumindo: você tem algo a escolher e experimentar, porque o segredo é este – tente aquele que faz você se sentir à vontade, o que se encaixa perfeitamente em suas necessidades.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *